Não quero ser jornalista, quero ser milionário!

Publicado: 14 de fevereiro de 2008 em Sem categoria

salao-de-paris-2006.jpg

Salão de Paris

A profissão de repórter de autos geralmente causa uma certa admiração por parte dos “coleguinhas” de redação, amigos e parentes. Imagine só viajar para bons hotéis e lugares e, de quebra, dirigir carros top de linha dos principais fabricantes do Brasil.

Vez por outra, no entanto, sempre ouço comentários – entre o engraçado e, digamos, piadinhas com leve pitada de inveja. Pois é, não é todo dia que se viaja ou anda em carros dos sonhos, não é?

Dia desses sai com a minha bela família (Pat e o meu rebento Martim, de cinco meses) e a minha amiga Christine – francesa de nascimento, porém com tempero baiano – para um passeio pelo Farol da Barra. Na partida, junta-se a nós o filhão de Chris, Natan Radiguet Drubi, sete anos, um moleque apaixonado por carros, especialmente os modelos esportivos (Ford Mustang, Lamborghini Murciélago, Ferrari Maranello, entre outros), e de espírito de adulto.

reallyfastcars.jpg

No dia em que passei de Chevrolet Vectra GT-X – o modelo tinha acabado de ser lançado no Brasil – para buscá-lo na casa de seu amigo, Natan descobriu, de fato, o que eu fazia. Por sinal, ele nem acreditou. Que carro é esse? É seu? Quem deu? Ele tem barbatana de peixe no teto? Ele é bala!

A partir daí, acredito eu, virei ídolo dele. Por sinal, já agendei até um passeio para levá-lo na reunião mensal do Veteran Car Club da Bahia, que ocorre no primeiro sábado de cada mês, no estacionamento do Parque da Cidade, em Salvador.

Curioso demais, Natan sempre faz inúmeras perguntas sobre qual é o carro mais caro do mundo, o mais veloz, o mais bonito, onde foi que eu ganhei o boné e a camisa da montadora ou onde eu estava na semana passada.???..É sempre assim!
No passeio pelo calçadão da Barra, o moleque correu a conversar e, no meio das suas observações pertinentes, mandou uma que jamais vou esquecer:
– Minha mãe, minha mãe, não quero ser mais jornalista como Beto, não!
– Chris diz: é?
– Natan comenta: É! Vou ter uma profissão muito melhor do que a de Beto!
– Pat pergunta: E aí Natan, você vai ser o que?
– “Vou ser milionário”, mandou o danado, para espanto e sorisso de todos.

natan.jpg
Natan, sete anos, diz que vai morar em Paris depois de completar 20 anos. Além de milionário, quer ser dono de empresa

Anúncios
comentários
  1. Paulo Amancio disse:

    Pô, Beto, tô com o garoto. Eu também quero ser milionário. Um grande abraço, Paulo Amancio

  2. katerina disse:

    muito boa…mas eu não tava sabendo que tu tava com blog…. rs… legal, tá bacana… e o Jornal da Bahia que tu cobria, tu continua lá ou não? espewro que tu estejas bem.

    abs e sucesso.

    katerina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s