Carros baixos são vulneráveis na chuva

Publicado: 19 de maio de 2009 em Serviços
Tags:,

chuva

Os carros mais baixos são os mais vulneráveis na chuva. Mas isso não quer dizer que as picapes e utilitários esportivos são imunes aos trechos alagados. A altura do veículo e o nível da água no trecho alagado são os limites para que o motorista perceba os riscos de possíveis prejuízos nos dias de chuva.

Quem não conseguiu transpor vias alagadas e se deparou com a água no interior do veículo sabe que os custos são altos. Caso os danos não tenham sido tão graves e seja possível fazer a recuperação do ambiente interno do carro, é indicado começar com uma lavagem e limpeza geral, com direito a retirada da manta, carpete, bancos e toda a forração do veículo.

Alguns lava-jatos possuem o sistema de limpeza a seco, o mais indicado para a lavagem e secagem de componentes do interior do veículo. A higienização completa do veículo custa, em média, R$ 250, podendo ser até dividida no cartão de crédito. Em situação extrema, quando for necessário, é possível fazer até a troca da manta de algodão, que fica abaixo do carpete e colada ao assoalho do veículo. Para quem tem sistema de ar-condicionado no carro, é indicado fazer o serviço de limpeza dos componentes, que não sai por menos de R$ 150.
REVISÃO – Após um dia chuvoso, é bom levar o veículo a uma oficina ou a um centro automotivo para resolver os problemas
de má vedação no assoalho e portas. É bem verdade que as infiltrações no veículo só são notadas depois de uma chuva, que
nem precisa ser tão intensa. Se necessário, substitua as borrachas de vedação mais velhas ou ressecadas. Isso serve como
ação preventiva para situações futuras em dias chuvosos.

Os maiores prejuízos provocados pela água da chuva ocorrem nos componentes do motor e nas partes do sistema elétrico
do veículo. O contato da água com os módulos eletrônicos pode ocasionar a interrupção no funcionamento e danos irreparáveis aos diversos componentes e sistemas do veículo.

Hoje, a eletrônica está vinculada não só aos faróis, lanternas e limpador do para-brisa, por exemplo. A água pode interferir diretamente no funcionamento do ABS, airbag e no gerenciamento do motor. Por isso, tenha cuidado ao transpor trechos alagados. A revisão do sistema elétrico custa R$ 80. Em casos mais graves, a substituição do módulo de gerenciamento do motor, por exemplo, pode ultrapassar os R$ 5 mil.

É bom também fazer uma revisão geral no motor. O serviço sai por R$ 80 e dá a garantia de que as peças estão funcionando normalmente.

Esta matéria foi publicada no Caderno Motor, do Jornal A Tarde

Anúncios
comentários
  1. Anderson disse:

    Preciso saber onde fica este local onde troca a manta de algodão, pois meu carro está parecendo um mangue, de tanta agua misturada com poeira, sob o tapete.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s