Bahia quer atrair fábrica da Chery

Publicado: 20 de maio de 2009 em Automotivo, Carros, Mercado
Tags:, ,
O modelo compacto chega a partir do segundo semestre no Brasil

O modelo compacto chega a partir do segundo semestre no Brasil

Depois da Ford, a Bahia quer trazer a chinesa Chery. Esta é a intenção do governo baiano, que vai lutar para garantir a instalação da segunda fábrica de veículos no complexo automotivo de Camaçari.

Durante visita oficial na China, o presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva anunciou a intenção da montadora Chery de produzir carros compactos e de baixo custo no Brasil. A intenção é de investir cerca de US$ 700 milhões para a instalação da unidade fabril e produção de 150 mil carros até 2012.

Por enquanto, a Bahia corre atrás dos estados de Sâo Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará, que já entregaram a proposta de incentivos fiscais.

Na minha opinião, o governo Wagner não sabe atrair empresas do setor automotivo. Recentemente, perdeu a nova fábrica da Toyota para São Paulo e o centro de distribuição de peças e componentes da Chevrolet, que será instalado em Pernambuco. Por isso, acredito que será uma tarefa das mais complicadas. Além disso, faltam vontade política e um programa de incentivos fiscais para atrair grandes empresas para a Bahia.

Caso consiga, a montadora Chery tem planos ousados. Desembarca com os seus veículos compactos e de baixo custo a partir do segundo semestre no País. Com linha de montagem no Uruguai, a marca aposta na venda do utilitário esportivo Tiggo, que será comercializado na faixa de preço do EcoSport, modelo produzido na planta da Ford em Camaçari, na Bahia.

O Tiggo será fabricado no Uruguai e terá preço sugerido de R$ 49 mil. Os planos de vendas de veículos da Chery começam com o Tiggo. Além do utilitário esportivo, a Chery traria ainda mais três veículos: o hatch Face e os compactos QQ e A3.

O Face, por exemplo, é um hatchback equipado com motor 1.3. O preço previsto será na faixa dos R$ 30 mil. O objetivo é brigar no segmento dos modelos compactos (VW Fox, Ford Fiesta e Fiat Palio).

Já o QQ com motor 1.1 litro seria comercializado por R$ 23 mil. O A3 é um sedã compacto para competir com o Chevrolet Classic, Chevrolet Prisma e o Fiat Siena. Entre os modelos da chinesa Chery, o sedã A3 é o mais equipado, oferecendo itens como sistema de ar condicionado e direção hidráulica. O preço: R$ 24 mil. A Chery inicia as suas operações com revendas nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s