Híbridos nem pensar no Brasil

Publicado: 20 de maio de 2009 em Automotivo, Mercado
Tags:
O Honda Insight conseguiu a liderança de vendas no Japão

O Honda Insight conseguiu a liderança de vendas no Japão

A indústria automotiva brasileira solta rojões para comemorar os números de vendas e de produção de veículos no País. Porém,
encontra-se na contramão das tendências dos modelos ambientalmente corretos, como os carros híbridos.

A tecnologia dos veículos híbridos – carros que combinam um motor movido a combustão e outro elétrico – já é uma realidade nos países do primeiro mundo. Mas modelos como o Toyota Prius e o Honda Insight, dois compactos de sucesso nos Estados Unidos e no Japão, respectivamente, são um sonho bem distante para o brasileiro, que é tratado como consumidor “segunda categoria“ pelos fabricantes de veículos.

Se a tomada da indústria automotiva do primeiro mundo está plugada em alta voltagem – a ponto de o Toyota Prius ter atingido a marca de 1 milhão de unidades vendidas desde o seu lançamento em 1997 nos Estados Unidos e de o Honda Insight se tornar o carro mais vendido em abril no Japão – por aqui ela está orientada pela luz de velas.
.

O Prius já chegou a marca de um milhão de unidades

O Prius já chegou a marca de um milhão de unidades

O engenheiro Edson Orikassa, diretor de tecnologia da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), considera que a indústria brasileira investiu alto, nos últimos anos, na incorporação do catalisador, da injeção eletrônica e do sistema de redução de gases nos veículos nacionais, mas não há espaço para planos ousados de modelos híbridos. ”Há realmente um descompasso em relação aos rumos de outros mercados, porém ninguém vai investir milhões de dólares sem ter a certeza de um retorno de vendas“, pondera Orikassa.

Na sua opinião, o brasileiro terá que se contentar, no momento, com a oferta dos carros bicombustíveis. ”Em uma esfera mundial, a tecnologia dos motores híbridos tem funcionado como uma etapa de transição para os carros movidos a célula de combustível e os elétricos, que somente serão uma realidade a partir de 2020“, avalia.

Marcas como a Honda, General Motors e a própria Toyota limitaram-se a afirmar que não há planos de médio nem de longo prazos para a importação dos híbridos, que poderiam servir para abrir um nicho diferenciado no mercado brasileiro. Em todo o mundo, os fabricantes têm mostrado as suas novidades.

No ano passado, a Chevrolet trouxe ao Brasil dois modelos híbridos para testes – o sedã Malibu e o utilitário Tahoe – mas, ao ser questionada sobre a possibilidade de importação dos veículos, afirmou que ”ninguém está autorizado a falar sobre o assunto“.
.

O Chevrolet Volt deve ser lançado a partir de 2010

O Chevrolet Volt deve ser lançado a partir de 2010

A Honda e a Toyota também agiram da mesma maneira. A Toyota, por meio da assessoria de imprensa, foi a única a tentar dar explicações sobre a não importação ou produção de modelos híbridos, afirmando que não haveria, no momento, viabilidade para a inclusão desses carros no Brasil, por conta do alto custo da preparação da rede de concessionários.

A Toyota “enxerga como solução ambientalmente correta para o Brasil a tecnologia flex fuel”. Nos EUA, o fabricante tem vários modelos híbridos, como Prius, Camry e Highlander, além dos Lexus LS450h e RX350h.

Esta matéria foi publicada no caderno Motor, do Jornal A Tarde

Anúncios
comentários
  1. Parabéns pelo Blog. Muito bom.

    Abraços
    Leandro Castro

  2. Daniel disse:

    Devo confessar que eu não tenho entusiasmo pelos híbridos, que a meu ver não oferecem uma relação custo/benefício tão favorável quanto modelos similares com motorização a (bio)diesel. Fora isso, ainda há a questão do manejo das baterias ao término da vida útil: devido à quantidade de compostos metálicos pesados e outros elementos químicos extremamente reativos requerem um manejo mais especializado para a reciclagem, e convenhamos que o descarte adequado de pilhas e baterias foi por bastante tempo negligenciado por aqui e ainda há quem simplesmente descarte tais produtos no lixo doméstico.

    http://dzulnutz.blogspot.com/2011/09/historia-mal-contada-dos-hibridos.html

    http://dzulnutz.blogspot.com/2011/08/hibridos-uma-forma-de-tapar-o-sol-com.html

    Kamikaze – Equipe DieselNutz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s