Scooters elétricas oferecem baixo custo e emissão zero

Publicado: 22 de julho de 2009 em Mercado, Motos
Tags:

_resized_V500_grande

Urbanas, pequenas, econômicas e superecológicas. As motonetas elétricas já são uma realidade nas grandes cidades em todo o Brasil. Na capital baiana, ainda é tímida a presença das scooters elétricas. Porém, marcas como a Traxx e a Motor Z já possuem pontos de venda em Salvador e em seis municípios baianos (Camaçari, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus, Luís Eduardo Magalhães, Vitória da Conquista e Juazeiro).

Entre as principais vantagens de uma scooter elétrica, estão o preço – de R$ 3,7 mil a R$ 5 mil –, a emissão zero de poluentes no meio ambiente e a facilidade e o baixo custo de manutenção – a moto pode ser carregada em qualquer tomada elétrica de 110 ou 220 volts.

Para os mais exigentes, no entanto, elas são lentas, atingindo velocidade máxima de 30 km/h, e possuem autonomia limitada em aproximadamente 60 km. Portanto, não são tão indicadas para transitar fora das cidades e nem em trajetos um pouco mais longos. Na prática, dá para sair de casa e chegar tranquilamente ao escritório ou à escola, desde que o trajeto seja curto e, de preferência, em uma via plana e sem tantos veículos em circulação.

Por sinal, quem deseja guiar um dos modelos que estão sendo comercializadas no mercado brasileiro nem precisa de habilitação. Com base no artigo 11 da Resolução 50/98, do Conselho Nacional de Trânsito
(Contran) as scooters elétricas são enquadradas como ciclomotores e dispensam a carteira de habilitação (para motocicletas) para o condutor. Além disso, nem precisam ser emplacadas para circular em área urbana, por exemplo. Por conta disso, podem ser usadas sem problema algum por pessoas maiores de 14 anos.

Segundo Igor Ciccio, do marketing da Nova Motos Bahia, representante Traxx em Salvador e Santo Antônio de Jesus, a recém-lançada Vico, motoneta elétrica com autonomia média de 60 km, tem como público adolescentes e estudantes que “buscam um veículo de baixo custo de manutenção e que possa transitar em percursos curtos”.

A Traxx Vico E-Bike possui uma carenagem com design inovador, rodas de liga leve de 12 polegadas, freios a tambor (dianteiro e traseiro), tomada de três pinos, localizada abaixo do banco, sistema de aceleração em três velocidades, painel com marcador de carga e dois porta-objetos (um para guardar o capacete embaixo do banco e outro para transportar documentos. O preço é de R$ 3.777.

Em um período de fortes discussões sobre o aquecimento global, a Motor Z é a fabricante que mais tem investido nas scooters elétricas no Brasil. Por sinal, a marca comercializa cinco modelos elétricos (S500, SS500, Z500, S800 e S1000) em seis cidades baianas.

Em Juazeiro, a R Motos está com uma promoção de venda de 10 vezes sem juros na linha da Motor Z. De acordo com Ronivaldo Alves Pereira, representante da marca no município, a S500 é o modelo mais vendido entre as scooters elétricas, por oferecer uma autonomia de até 40 quilômetros.

Segundo ele, a pequena S500 pode atingir uma velocidade máxima de 50 km/h. “A motoneta anda bem em áreas planas e pode ser recarregada por oito horas para ter a sua autonomia. Caso seja necessário,a motoneta pode ser reabastecida a cada 10 km ou 20 km, completando a carga das quatro baterias em qualquer tomada de energia, para rodar”, esclarece o revendedor. O preço da Motor Z S500 é de R$ 3.890.

* Parte de matéria publicada no caderno Motor, do Jornal A Tarde

comentários
  1. donizete pereira fernandes disse:

    tem representante no parana? qual cidade?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s