Fim de semana de promoções nas revendas

Publicado: 3 de outubro de 2009 em Automotivo, Mercado
Tags:,

a tarde

O fim do IPI para os carros com motor até dois litros ainda não vai ser neste fim de semana. Algumas montadoras decidiram realizar a queima de estoque e anunciam que as revendas podem vender os carros com a redução do IPI, que deveria aumentar em 1,5% o valor dos veículos comercializados em todo o Brasil.

No acumulado de 2009, o setor automotivo brasileiro registrou 4.895.143 unidades comercializadas. O segmento de carros de passeio chegou a vender 2.225.216 unidades. Já as vendas de comerciais leves foram de 508.250 unidades. O segmento dos pesados (caminhões e ônibus) 126.119 e 27.310, respectivamente. O setor duas rodas registrou 1.958.248 unidades entre os meses de janeiro e setembro.

Na onda do IPI reduzido, a indústria automotiva comemora. Segundo balanço da Fenabrave, “o mercado automobilístico nacional movimentou 456,4 mil veículos em setembro, entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros produtos tracionáveis. O volume comercializado foi 13,59% superior ao registrado em agosto passado, porém 1,27% inferior ao de mês similar de 2008”.

As vendas de automóveis (249,5 mil) cresceram 21,85% sobre agosto (204,8 mil) e 19,8% em relação a setembro de 2008 (208,3 mil unidades). Para quem imaginava um 2009 dos mais complicados para a indústria brasileira, o setor automotivo aproveita para garantir o crescimento e mais um recorde de vendas e de produção de veículos no Brasil.

Balanço da Fenabrave indica que os segmentos de automóveis e comerciais leves, juntos, totalizaram 296,6 mil unidades vendidas em setembro, correspondendo às elevações de 19,85% e 16,71% nas comparações com agosto passado e setembro de 2008, respectivamente.

Porém, nem todo mundo comemora. O segmento de ônibus está em queda qualquer que seja o comparativo. Os negócios com caminhões apresentaram melhora mensal (18,46%), mas ainda estão distantes dos resultados de 2008 (-16,26%). Com perfil parecido se encontra o segmento de implementos rodoviários.

O setor duas rodas nem cresceu muito, nem encolheu. Foram vendidas 139,6 mil motocicletas em setembro, o que equivale a um ligeiro crescimento (2,29%) sobre os negócios do mês anterior. Em relação a setembro de 2008, o segmento de motos apresenta retração de 24,24%.

Saiba como vai ficar o segmento:

Para os carros com motorização 1.0, a alíquota passa de zero para 1,5% em outubro, subirá para 3% em novembro, 5% em dezembro e, em janeiro de 2010, volta para os 7% originais.
Para motores entre 1.0 e 2.0 à gasolina, a alíquota passa, em outubro, para 8%, no mês seguinte para 9,5%, depois 11% e, em 2010, volta aos 13%.
Para motores acima de 1.0 e abaixo de 2.0 flex, a alíquota passa para 6,5% em outubro, 7,5% em novembro, 9% em dezembro e 11% em janeiro do ano que vem.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s