Arquivo de dezembro, 2009

Em 2010, chegam mais sedãs no Brasil

Publicado: 30 de dezembro de 2009 em Carros, Mercado

A Ford vai vender o Mustang GT 2011 no Brasil

O ano de 2009 praticamente acabou. Para quem esperava um resultado negativo por causa da crise financeira dos Estados Unidos – que abalou fortemente as big three General Motors, Chrysler e Ford
– o mercado brasileiro reagiu muito bem, atrelado aos incentivos do governo federal, e vai fechar acima dos 3,1 milhões de unidades vendidas em todo o País. Agora, resta saber o que vem por aí.

Nos 50 anos do Salão do Automóvel de São Paulo, que será realizado em outubro, o ano de 2010 promete inúmeros carros novos, modelos reestilizados e veículos importados, incluindo versões esportivas e superesportivos de puro sangue.

A mais agressiva será a Volkswagen, que tem vontade e força para ser a líder do mercado nacional. No próximo ano, serão 13 veículos, entre os quais a picape média Amarok e a reestilizada peruaSpaceFox,
que vai ganhar os detalhes externos e internos dos irmãos Fox e CrosFox.

A Ford começa o ano com o lançamento do Focus com motor 2.0 flex, que já poderia ter sido apresentado no momento das versões hatch e sedã com o novo motor Sigma 1.6 flex. Em seguida, aposta tudo na nova geração do Fiesta, modelo produzido na fábrica de Camaçari (BA) e que ganha novos contornos visuais para alinhar-se ao modelo produzido mexicano.

A Fiat tem alguns trunfos na manga. A minivan Idea ganha novo visual e o Cinquecento chega em versões conversível e esportiva Abarth. A maior novidade é o Bravo, hatch substituto do Stilo. As francesas Renault, Peugeot e Citröen investem na renovação do visual do Logan e Sandero, na nova família 308 e na picape do 207 e importação do subcompacto DS3, respectivamente.

Já as japonesas Nissan e Mitsubishi apostam na reestilização do Tiida e Murano e na nacionalização do Pajero Dakar. Por outro lado, a Volvo vai trazer o novo C30, que já foi mostrado no Salão de Frankfurt, e o sedã S60.

Chinesas

Este ano, a Chery foi uma das poucas chinesas lançando carros novos no Brasil. Em 2010, o jipinho Tiggo ganha tração 4×4 e câmbio automático.

Logo no primeiro semestre, aportam o Cielo, o compacto QQ e o Face, modelos de baixo custo e com bom pacote de itens de série (ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, entre outros equipamentos).

No próximo ano, a JAC, marca quetem à frente o empresário Sérgio Habib, ex-presidente da Citroën do Brasil, vai trazer a linha completa de veículos chineses – o J3 (hatch e sedã), o J5 (sedã
médio) e o J6 (minivan).

Esportivos

Para quem gosta de veículos luxuosos e esportivos, marcas como a Land Rover e a Jaguar, por exemplo, já anunciaram suas pretensões de importar o jipão LRX, modelo apresentado no Salão do Automóvel em 2008, e o novo XJ.

A Audi acabou 2009 com o pé no acelerador, lançando o novo TTS e o S3 Sportback. Em 2010, investe forte na linha esportiva, com o S4, versão apimentada do A4, o R8 Spyder, A5 Sportback, RS5, além do sedanzão de luxo A8.

A Ferrari é um capítulo à parte como também a Mercedes-Benz. Chegam poraquia nova 458 Italia, com motor 4.5 V8 de 570 cavalos de potência máxima, e o SLS AMG de 6.3 V8 de 571 cv.

Anúncios

FELIZ NATAL E MUITOS CARROS EM 2010

Publicado: 25 de dezembro de 2009 em Automotivo

Este ano, a indústria automotiva no Brasil enfrentou a crise com o presente de Natal do Papai Noel de 2008.

Foi uma enxurrada de lançamentos e recorde de produção e de vendas de carros no Pais.

Por isso, AutoBrasil tira um pouco o pé do acelerador para abastecer o tanque de combustível, já que estão programados pelos menos 70 novos carros e reestilizações à altura do mercado de 3,1 milhões de veículos comercializados em 2009.

Feliz Natal e boas festas!

Mercedes-Benz produz 2,5 mi de motores no Brasil

Publicado: 21 de dezembro de 2009 em Automotivo

O fim de ano é periodo para comemorar ou rever as ações que não deram certo. O ano de 2009 deve ser e está sendo comemorado pela maioria das fabricantes de veículos instaladas no Brasil.

A Mercedes-Benz do Brasil, por exemplo, registrou uma marca supreendente: alcançou o marco histórico de 2,5 milhões de motores produzidos em sua planta de São Bernardo do Campo, São Paulo.

Além de equipar os seus caminhões e ônibus, a Mercedes-Benz também fornece componentes e motores completos para outras unidades do Grupo Daimler, como os veículos comerciais leves Sprinter na Argentina, os caminhões pesados Freightliner nos Estados Unidos e os ônibus Citaro na Alemanha.